Resenha: Uma Proposta e Nada Mais - Mary Balogh

Sinopse Editora Arqueiro: Após ter tido sua cota de sofrimentos na vida, a jovem viúva Gwendoline, lady Muir, estava mais que satisfeita com sua rotina tranquila, e sempre resistiu a se casar novamente. Agora, porém, passou a se sentir solitária e inquieta, e considera a ideia de arranjar um marido calmo, refinado e que não espere muito dela. Ao conhecer Hugo Emes, o lorde Trentham, logo vê que ele não é nada disso. Grosseirão e carrancudo, Hugo é um cavalheiro apenas no nome: ganhou seu título em reconhecimento a feitos na guerra. Após a morte do pai, um rico negociante, ele se vê responsável pelo bem-estar da madrasta e da meia-irmã, e decide arranjar uma esposa para tornar essa nova fase menos penosa. Hugo a princípio não quer cortejar Gwen, pois a julga uma típica aristocrata mimada. Mas logo se torna incapaz de resistir a seu jeito inocente e sincero, sua risada contagiante, seu rosto adorável. Ela, por sua vez, começa a experimentar com ele sensações que jamais imaginava sentir novamente. E a cada beijo e cada carícia, Hugo a conquista mais – com seu desejo, seu amor e a promessa de fazê-la feliz para sempre. (Resenha: Uma Proposta e Nada Mais – Mary Balogh).

Opinião: Olá, Compulsivos! Hoje vamos mergulhar no primeiro livro da série Clube dos Sobreviventes, da autora Mary Balogh. A série nos apresenta a um grupo de 07 sobreviventes de guerra, acolhidos pelo Duque de Stanbrook, após perder seu filho. Cada um dos personagens tem em sua história uma tragédia pessoal relacionada às guerras da época e juntos puderam de alguma forma curar, ou aliviar, suas feridas. O mais legal é que o ponto de partida dessa série é o elo de amizade que se forma entre os sobreviventes durante o período de recuperação. Após chegar a hora de cada um retornar para suas vidas, eles combinam de a cada ano se reunirem em Penderris Hall para compartilhar da amizade, matar as saudades e celebrar o fato de estarem vivos. Convenhamos que só essa apresentação já mostra que o Clube dos Sobreviventes não é uma série qualquer sobre romances de época.

Conheça a série Clube dos Sobreviventes

No exterior já foram publicados 07 livros da série, um para cada personagem, mas no Brasil a Editora Arqueiro acabou de publicar o primeiro volume: “Uma Proposta e Nada Mais“, que conta a história de Hugo Emes, um dos sobreviventes, e Gwen Grayson. Hugo vive um dos momentos mais difíceis de sua vida: após a morte do pai ele precisa assumir a madrasta e sua irmã mais nova, sendo que essa precisa ser apresentada à sociedade. O desafio é apresentá-la, já que Hugo, apesar de seu um lorde, não frequenta as rodas de prestígio. Gwen, por sua vez, é uma viúva que vivia muito feliz assim até então, respeitada na sociedade, mas em uma visita à casa de uma amiga vê que ser eternamente a viúva rica não seria uma solução para sua vida naquela época.

Já contei muita história, mas basicamente, em outras palavras, isso tudo vem bem exposto na sinopse do livro e é bem importante para mergulharmos em todo esse universo. Toda a história vai começar quando em um acaso do destino os dois, Hugo e Gwen, se cruzam e enxergam a possibilidade de se ajudarem mutuamente, sem maiores envolvimentos: ele precisa de uma esposa que apresente a irmã à sociedade e ela um marido para deixar de ser viúva perante a sociedade. Daí começa uma confusão deliciosa pra gente que adora uma boa história de amor.

Vocês que acompanham minhas resenhas aqui no Leitor sabem que eu não sou muito fã de séries, principalmente pelo fato da maioria das vezes os livros serem publicados a cada semestre e, em alguns casos, os mais irritantes, a cada ano. Mas, depois de Rosemary Beach e Sea Breeze (da Abbi Glines), essa última ainda estamos acompanhando, fiquei completamente envolvido nesse universo criado pela Mary Balogh, me conquistando já nas primeiras páginas. Primeiro que quando comecei a ler esse livro pensei que fossem apenas 03 volumes (bobinho eu, rs), depois porque a leitura é simplesmente MARAVILHOSA. Já nos capítulos iniciais a autora nos apresenta aos seus sobreviventes e o enredo que irá cercar todos os demais livros. Sério, é praticamente impossível não ficar apaixonado e já pedir (com todo carinho) pra Editora Arqueiro acelerar a publicação dos próximos volumes.

Vale destacar também o cuidado da autora na criação dos cenários, no enredo e na personalidade de cada personagem desse livro. Mary Balogh criou uma história consistente, que consegue despertar o desejo do leitor pelo próximo livro. Saindo da linha dos romances de época comuns, aqui temos um enredo interessante, com a história das guerras napoleônicas como pano de fundo e como ela afetou a tantas pessoas durante e depois dos conflitos.

O Clube dos Sobreviventes é uma série que você pode abraçar de peito aberto, pois ao que tudo indica não vamos nos arrepender. O primeiro livro deixou um gostinho de quero mais e isso é que mais importa para prender o leitor e nos fazer viajar pelo tempo em uma nova aventura.

Avaliação: 5 estrelas.

Sobre a autora: Mary Balogh nasceu e foi criada no País de Gales. Ainda jovem, se mudou para o Canadá, onde planejava passar dois anos trabalhando como professora. Porém ela se apaixonou, casou e criou raízes definitivas do outro lado do Atlântico. Sempre sonhou ser escritora e tinha certeza de que, no dia em que escrevesse um livro, ele seria ambientado na Inglaterra do Período da Regência. Quando sua filha mais nova tinha 6 anos, Mary finalmente encontrou tempo para se dedicar ao antigo sonho. Depois de três meses escrevendo na mesa da cozinha, a primeira versão de sua obra de estreia estava pronta. Publicada em 1985, deu a Mary o prêmio da Romantic Times de autora revelação na categoria Período da Regência. Em 1988, depois de vinte anos de magistério, ela passou a se dedicar apenas aos livros. Hoje Mary Balogh é presença constante na lista de mais vendidos do The New York Times e vencedora de diversos prêmios literários.

Adquira esse livro na Amazon!

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta