Sinopse Record: Narra o rastro de sangue deixado por um assassino cruel. O agressor entra na casa de suas vítimas na calada da noite e segue até o quarto delas. Mergulhadas em sono profundo, as mulheres ignoram que irão acordar para um terrível pesadelo… A precisão com que ele investe contra as mulheres, somada à crueldade de agressão – útero das vítimas é arrancado -, sugere que o responsável pelas atrocidades seja um médico psicopata. Os jornais de Boston passam então a chamá-lo de “O Cirurgião”. Em um livro de tirar o fôlego e com descrições minuciosas, a autora nos apresenta a um rico universo de personagens, ao criar um romance de suspense e profundidade inéditos. (Resenha: O Cirurgião – Tess Gerritsen)

Opinião: Livro de estreia da detetive Rizzoli (a legista Isles ainda não aparece), O Cirurgião é o cartão de visitas para a gigantesca e consagrada obra de Tess Gerritsen dentro do suspense médico. Embora bastante festejado pelos leitores, o livro não me fisgou totalmente, ficando bem arrastado em diversos momentos.

O Cirurgião se constrói em cima de um mistério interessante, bem embasado em um passado que é apresentado aos poucos aos leitores. Portanto, Tess possui uma história anterior que serve de inspiração para o vilão do livro. Vilão este que, pra mim, é a grande estrela da obra ao aparecer em trechos intercalados entre os capítulos fazendo reflexões e mostrando seu ar doentio de forma visceral aos leitores. Quanto a trama em si, o que mais senti falta foi uma pegada que prendesse a minha atenção na investigação que se desenrolava. A lentidão de diversas passagens afastou meu lado detetive e somente na metade final é que peguei um ritmo rápido de leitura e tudo fluiu “normal”. Não coloco isso como um defeito justamente porque é algo que vai do pessoal de cada leitor, e a própria Tess já me segurou bem pelos cabelos em outras obras.

A história de O Cirurgião é clássica no suspense: assassinatos cruéis, com conhecimentos médicos que permitem ao vilão eviscerar suas vítimas, jovens com pontos em comuns que indicam um fio investigativo, e muitas subtramas criadas para embaralhar a percepção dos leitores. Tudo isso leva a um desfecho pragmático, correto, sem pontas soltas e aparentemente com um pontinho aberto para uma continuação (que veremos em um livro seguinte). Diferentemente de outras obras, mais maduras da autora – lembre-se que este é o livro de estreia da série, O Cirurgião não traz nenhum personagem muito bem desenvolvido ou apresentado, exceto o vilão.

Enquanto obra de abertura de uma série, O Cirurgião tem todos os elementos positivos e negativos que dão conta do recado e abrem as portas para caminhos mais ambiciosos do suspense. Vale a leitura.

Avaliação: 3 Estrelas

\\

Da Autora leia também:

Segredo de Sangue (Rizzoli & Isles – Vol.12)

A Autora: Tess Gerritsen nasceu em San Diego, Estados Unidos, em 12 de janeiro de 1953.

De ascendência chinesa, Terry (Tess é seu nome como escritora) cresceu nos EUA e formou-se em Antropologia pela Universidade de Stanford e em medicina pela Universidade da Califórnia. Começou a escrever em 1987, após o nascimento de seu filho. Com o sucesso alcançado a autora desistiu da carreira médica para se dedicar à escrita em tempo integral. Sua obra está traduzida para mais de 30 idiomas e já vendeu mais de 20 milhões de exemplares pelo mundo.

Deixe uma resposta