Resenha: A Elite – Kiera Cass

2
1132

Sinopse Editora Seguinte:  

A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto. America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer e ela está prestes a perder sua chance de escolher. (Resenha: A Elite – Kiera Cass)

Opinião: 

A Elite é o segundo livro da trilogia A Seleção e nele temos apenas seis garotas na competição para se tornar a nova princesa.

Neste segundo volume temos uma competição mais acirrada e vale tudo entre as garotas. Após ser classificada para próxima fase, America e as outras cinco fazem parte da Elite.

America Singer, diferentemente das outras não queria estar ali e muito menos casar com o príncipe. Porém, ao estar inserida naquela realidade suas expectativas mudam. Antes ela pensava estar presa, enjaulada e sem ter pra onde ir. Mas passando o tempo de sua permanência, ela começa a se simpatizar com o ambiente e se sente em um conto de fadas.

Aspen trabalha na guarda e é bastante presente, quando possível, diante de America. Ele consegue transmitir a ela segurança e um porto seguro. Com Maxon, ela flutua e se sente em outro mundo. Isso diz muito sobre a personalidade de ambos, a tempestade e a primavera; e justamente essas diferenças de personalidade entre seus amores que a faz se sentir tão confusa.

A cabeça de America se tornou um pote de incertezas. Ao estar confusa em relação a seus sentimentos por Aspen e Maxon, ela também não se enxerga na altura de uma princesa; e isso é um ponto muito atacado por sua principal rival Celeste. Sendo assim, ela decide se reorganizar e meditar sobre o que fazer e que decisão tomar.

No meio de todas essas teias mal arranjadas, o palácio e o reino estava sob constantes ataques. Parte de uma população que não concorda com o rei e suas políticas internas e externas se rebelam e colocam a coroa sob constantes ameaças. O que leva America a querer saber mais das motivações dos rebeldes e buscar estudar a história de Illéa. Ao se dispor a essa busca, ela se coloca em uma situação que desencadeiam fatores irreversíveis e com grandes consequências.

As decisões tempestuosas de America geram conflitos entre ela e o reino, o que acaba colocando Maxon em situação de desvantagem diante dos governantes. Ao compreender de fato o que está acontecendo no reino, America se simpatiza com a causa e tremendas revelações são postas a ela; e antes o que era apenas uma escolha sobre querer estar com o príncipe ou não, passa a ser a escolha que pode mudar o destino de Illéa.

As motivações políticas ganham mais corpo e razões em A Elite. Todo processo da seleção por si só é uma motivação política arquitetada pra esbanjar privilégios e acalmar ânimos. Para alguns se trata de entretenimento e para outros um ato político. Mas no momento que America tem o conhecimento de toda história política de seu reino e o leitor acaba tomando um susto sobre tudo, percebemos que esse livro não é apenas uma história de uma garota que não queria ser princesa e agora não sabe o que quer.

Ao colocar os incrementos políticos e dar espaço ao rei e a rainha, a autora consegue entregar um livro muito mais dinâmico e direto. Ainda temos apenas a perspectiva de America, o que as vezes pode se tornar irritante devido a sua impulsividade e teimosia. A Elite consegue ser um livro auto-explicativo e de um bom entretenimento literário. Leiam!

Avaliação: 

A autora Kiera Cass quando terminou o ensino médio, sua ambição era o teatro, e foi para Coastal Carolina University, se formando em Teatro Musical. Depois foi para Radford University e mudou para Música. Então Comunicação. Em seguida, História. Acabou estabelecendo-se em História, mas mudou-se para Blacksburg, casou teve filhos. Depois disso, tornou-se dona de casa para ficar em casa com os filhos.
Em 2007, abalada por uma tragédia local, tentou um monte de coisas para se recompor, resultando em se sentar para escrever uma história onde o seu personagem teve que lidar com seus problemas. Escrever lhe ajudou a lidar com todas as coisas que estava sentindo. Acabou por não terminar essa história, porque começou a escrever The Siren. Depois de adquirido o hábito de escrever, teve muitas idéias, incluindo The Selection e um punhado de outras que estão esperando sua vez.
Atualmente vive em Blacksburg, VA, com seu marido e filhos.

Compartilhar
Artigo anteriorResenha: A Igreja Vermelha – Scott Nicholson
Próximo artigoResenha: O Tiradentes – Lucas Figueiredo
Goiano do pé rachado e comedor de piqui. Alucinado por histórias fantásticas e distópicos. Tributo, Hobbit de nascença, e habitante do país de Aslan. Entre os autores Suzanne Collins é majestade e Tolkien é imperador. Técnico em Química e buscando ser químico industrial intercalado com a vida de escritor, um dia qualquer publicará seu livro. Não dispensa um cinema...

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá!
    O enredo do livro parece interessante, principalmente por trazer à tona o “Pão e circo”, entretenimento como cortina de fumaça, o conto de fadas como manobra para a manutenção da política vigente.
    Gostei da resenha e aproveito para sugerir a leitura de meu livro de ficção científica “Aves do Paraíso”, lançado na Amazon. Você pode baixa-lo gratuitamente de 15 a 19/10. E deixa um comentário, sua opinião é importante para mim.
    Segue o link:
    https://www.amazon.com.br/Aves-do-Paraíso-Marcia-Gomes-ebook/dp/B07J1STL9S?__mk_pt_BR=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C3%95%C3%91&keywords=aves+do+para%C3%ADso&qid=1539518041&s=STRING%28kindle-human-store-name%29&sr=1-1-catcorr&ref=sr_1_1

    • Olá Marcia!
      A autora coloca em questão justamente esse tipo de política que governos adotam para desviar a atenção da população.
      Valeu pela avaliação e comentário da resenha e esperamos que leia a trilogia também 😀
      Estaremos lendo sua obra 😉

Deixe uma resposta