Resenha: Como se casar com um marquês - Julia Quinn

Sinopse Arqueiro: Elizabeth Hotchkiss precisa se casar com um homem rico, e bem rápido. Com três irmãos mais novos para sustentar, ela sabe que não lhe resta outra alternativa. Então, quando encontra o livro Como se casar com um marquês na biblioteca de lady Danbury, para quem trabalha como dama de companhia, ela não pensa duas vezes: coloca o exemplar na bolsa e leva para casa. Incentivada por uma das irmãs, Elizabeth decide encontrar um homem qualquer para praticar as técnicas ensinadas no pequeno manual. É quando surge James Siddons, marquês de Riverdale e sobrinho de lady Danbury, que o convocou para salvá-la de um chantagista. Para realizar a investigação, ele finge ser outra pessoa. E o primeiro nome na sua lista de suspeitos é justamente… Elizabeth Hotchkiss. Intrigado pela atraente jovem com o curioso livrinho de regras, James galantemente se oferece para ajudá-la a conseguir um marido, deixando-a praticar as técnicas com ele. Afinal, quanto mais tempo passar na companhia de Elizabeth, mais perto estará de descobrir se ela é culpada. Mas quando o treinamento se torna perfeito demais, James decide que só há uma regra que vale a pena seguir: que Elizabeth se case com seu marquês. (Resenha: Como se casar com um marquês – Julia Quinn).

Opinião: Olá, Leitores Compulsivos! Chegamos ao fim da duologia Agentes da Coroa, escrito pela autora Julia Quinn, lá nos idos do final da década de 90 e publicado aqui no Brasil agora em 2017 pela Editora Arqueiro. Os dois livros foram uma das primeiras publicações da autora e dizem na blogosfera literária que, apesar de excelentes, não chegam nem perto das excelentes publicações recentes da autora, que lhe concederam o título de rainha dos romances de época, merecidamente.

Observem que esse é o segundo livro da série Agentes da Coroa, não vi tantos spoilers da primeira obra, mas fica a seu critério ler antes do primeiro livro Como agarrar uma herdeira. Você pode ler a resenha desse livro, clicando aqui.

Bom, depois de toda essa introdução, vamos falar de Como se casar com um marquês? Esse livro é apaixonante, engraçado e pelo que já pesquisei faz nascer personagens que ganharam destaque e o coração dos leitores em várias obras seguintes da Julia Quinn. Qual fã de romances históricos nunca ouviu falar em Lady Danbury? É justamente nessa história que ela surge, devo confessar que já fiquei apaixonado por ela e suas tramoias.

O livro traz a história de Elizabeth Hotchkiss, que trava todas as batalhas para cuidar de seus irmãos menores após a morte precoce dos pais. A jovem não mede esforços para não deixar os irmãos desamparados, principalmente Lucas, o irmão mais novo que herdou o título de Baronete, despertando o desejo de seus parentes para subirem na vida. Para manter a família unida, ela trabalha como dama de companhia de Lady Danbury, mas precisa urgentemente se casar com um homem rico, pois o dinheiro da pequena herança deixada pelo pai está acabando. No meio de todo esse cenário, Elizabeth encontra na biblioteca de Lady Dambury um livro chamado “Como se casar com um marquês” e decide roubá-lo e aprender todas as técnicas para fazer o que é preciso.

Sim, toda essa história poderia ser clichê, mas incrivelmente a autora cria um cenário tão engraçado e tão gostoso que fica difícil largar o livro antes de chegar ao final. O ponto alto dessa história é a forma como Julia Quinn cria seus personagens para cativar o público. Não consigo me lembrar de outra história nesse ano que me conectou tão fortemente com os personagens como nessa história. De certa forma, me transportei para o universo que Downton Abbey (série que eu sou apaixonado e lamento até hoje por ter acabado) e aí a coisa obviamente fluiu muito naturalmente.

O livro tem seus dramas, como toda história de amor, Elizabeth e James (seu par romântico que aparece no primeiro livro dessa duologia) são marcados pelos traumas do passado, teimam em lutar contra a atração que começam a sentir um pelo outro, resultando em mágoas que não teria sentido de existir se a gente levasse as coisas de forma mais leve.

Por fim, essa é uma história de amor que junta dois opostos que precisam um do outro. Se ela é desastrada e enfrenta todas as lutas que poderiam surgir, mantendo sua integridade. Ele é sedutor, inteligente e gentil… resultando numa história de amor leve, engraçada e extremamente envolvente. Se você ainda não leu a obra de Julia Quinn, está aqui uma duologia perfeita para você começar e se apaixonar.

Avaliação: 5 Estrelas

Sobre a autora: Julia Quinn começou a trabalhar em seu primeiro romance um mês depois de terminar a faculdade e nunca mais parou de escrever. Seus livros já atingiram a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, sendo 3,5 milhões da série Os Bridgertons. É formada pelas universidades Harvard e Radcliffe. Seus livros já entraram na lista de mais vendidos do The New York Times e foram traduzidos para 26 idiomas. Foi a autora mais jovem a entrar para o Romance Writers of America’s Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, e atualmente mora com a família no Noroeste Pacífico.

Veja maisComo Se Casar com Um Marquês. Agentes da Coroa 2

Origem - Dan Brown - Editora Arqueiro

Deixe uma resposta