A Academia Sueca anunciou na manhã desta quinta-feira, 5, o vencedor do Nobel de Literatura 2017. Kazuo Ishiguro, 62 anos, levou o prêmio porque, “em seus romances de grande força emocional, revelou o abismo sob nossa sensação ilusória de conexão com o mundo”.

Ishiguro nasceu em Nagasaki, no Japão, em 1954, e mudou-se para a Inglaterra aos cinco anos de idade. É autor de oito livros (sete romances e uma coletânea de contos), cinco deles publicados no Brasil pela Companhia das Letras: Os vestígios do dia (vencedor do Booker Prize de 1989), Não me abandone jamaisQuando éramos órfãosNoturnos O gigante enterrado, seu romance mais recente publicado em 2015; e uma obra publicada pela Rocco e fora de catálogo: Uma pálida visão dos montes. Dessas obras, duas ganharam aclamadas adaptações para o cinema: Os vestígios do dia Não me abandone jamais. Considerado um dos principais autores da língua inglesa, sua obra foi traduzida para 28 países.

 

Com informações da editora Companhia das Letras e G1

 

Origem - Dan Brown - Editora Arqueiro

Deixe uma resposta