A Grande Ilusão

Sinopse Arqueiro: Maya Stern é uma ex-piloto de operações especiais que voltou recentemente da guerra. Um dia, ela vê uma imagem impensável capturada pela câmera escondida em sua casa: a filha de 2 anos brincando com Joe, seu falecido marido, brutalmente assassinado duas semanas antes. Tentando manter a sanidade, Maya começa a investigar, mas todas as descobertas só levantam mais dúvidas. Conforme os dias passam, ela percebe que não sabe mais em quem confiar, até que se vê diante da mais importante pergunta: é possível acreditar em tudo o que vemos com os próprios olhos, mesmo quando é algo que desejamos desesperadamente? Para encontrar a resposta, Maya precisará lidar com os segredos profundos e as mentiras de seu passado antes de encarar a inacreditável verdade sobre seu marido – e sobre si mesma. (Resenha: A Grande Ilusão – Harlan Coben).

Opinião: Sem dúvida alguma Harlan Coben é um dos melhores escritores da atualidade, o autor carrega a marca de ter vendido mais de 70 milhões de exemplares em todo o mundo, sendo A Grande Ilusão o seu 29º livro publicado, o 25º traduzido e publicado no Brasil. Com esses números não precisamos pesquisar muito pra saber que suas histórias são realmente boas, envolventes e levam o leitor a uma viagem por lugares e intrigas que nem sempre conseguimos acreditar que sejam possíveis. Nesse livro, publicado em 2016 nos Estados Unidos, vemos o quanto o autor ainda consegue amadurecer sua escrita, trazer a realidade dos dias atuais pra dentro das suas histórias e surpreender, como poucos, nos seus desfechos.

No livro A Grande Ilusão Coben monta uma intrigante história que poderia nos levar a vários caminhos, mas o resultado final é inacreditável, surpreendente e de tirar o fôlego, mais uma vez. O autor, como sempre, consegue nos fazer acreditar que seus crimes e mistérios são meros clichês até que em determinado ponto dos seus livros os acontecimentos te levam pra outro nível, saindo totalmente do senso comum do que você pode imaginar a cada página que avança.

Na história, conhecemos Maya, uma ex-piloto de guerra, que recentemente voltou do campo de batalha. Poucos dias depois, ela se depara com a dor da morte de seu marido. Certo dia, conferindo as gravações de uma câmera de segurança de sua casa, quem aparece na fita? Ele mesmo, o marido enterrado duas semanas antes. Pronto! A partir daí começa um jogo para saber como ele esteve ali, se realmente está vivo, e se estiver, porque simulou a própria morte? É uma corrida contra o tempo para proteger a si própria e a todos que ama.

Se você já um fã do Coben, como eu, não deixe de ter mais esse livro para sua coleção. E, caso você ainda não tenha tido contato com o autor, essa é uma leitura fascinante para que você possa, enfim, mergulhar de cabeça nos mistérios investigativos do autor. A leitura é leve, corre muito fácil, daquelas que você abre o livro, começa a ler e nem percebe que já está acabando. Sem dúvida alguma você não irá se arrepender.

Por fim, hoje queria destacar o trabalho da Editora Arqueiro, responsável pela publicação dos livros do autor no Brasil. É muito importante que as obras cheguem relativamente próximas as datas de lançamento no exterior, principalmente com autores de tanta expressão como Harlan Coben, e a Arqueiro vem fazendo isso com maestria. De toda sua obra, apenas quatro títulos ainda não foram publicados aqui, três de 1990, 1991 e 2004 / e 01 publicado recentemente no final de 2016, que provavelmente estará nos próximos lançamentos da editora, seguindo a linha editorial que está sendo realizada até aqui.

Espero que vocês gostem e voltem aqui pra deixarem as suas impressões!

Avaliação: 4 estrelas

Sobre o autor: Harlan Coben é autor de Refúgio e Uma questão de segundos, da série de Mickey Bolitar, Fique comigo, Confie em mim, Não conte a ninguém, Desaparecido para sempre e Cilada e dos livros protagonizados por Myron Bolitar – Quebra de confiança, Jogada mortal, Sem deixar rastros, O preço da vitória, Quando ela se foi e Alta tensão (Arqueiro) –, além de A promessa, Silêncio na floresta, Não há segunda chance e O inocente (Arx). Esses dois últimos serão relançados pela Arqueiro. Vencedor de diversos prêmios, é o único escritor a ter recebido a trinca de ases da literatura policial americana: o Anthony, o Shamus e o Edgar Allan Poe, todos por livros da série de Myron Bolitar. Suas obras já foram traduzidas para 41 idiomas. Aclamado na França, Coben é conhecido como “o mestre das noites em claro”. Seu livro Não conte a ninguém foi transformado no premiado filme homônimo estrelado por Kristin Scott Thomas e François Cluzet, disponível no Brasil em DVD. Harlan nasceu em Newark, Nova Jersey. Depois de se formar em ciência política, trabalhou no setor de turismo. Hoje mora em Nova Jersey com os quatro filhos e a esposa.

Clique aqui e adquira o livro.

Deixe uma resposta