Resenha: Aos Dezessete Anos – Ava Dellaira

0
1505
Resenha: Aos Dezessete Anos - Ava Dellaira

Sinopse Editora Seguinte: Quando tinha dezessete anos, Marilyn viveu um amor intenso, mas acabou seguindo seu próprio caminho e criando uma filha sozinha. Angie, por sua vez, é mestiça e sempre quis saber mais sobre a família do pai e sua ascendência negra, mas tudo o que sua mãe contou foi que ele morreu num acidente de carro antes de ela nascer. Quando Angie descobre indícios de que seu pai pode estar vivo, ela viaja para Los Angeles atrás de seu paradeiro, acompanhada de seu ex-namorado, Sam. Em sua busca, Angie vai descobrir mais sobre sua mãe, sobre o que aconteceu com seu pai e, principalmente, sobre si mesma. (Resenha: Aos Dezessete Anos – Ava Dellaira).

Opinião: Alguns autores tem a sorte grande de fazer um enorme sucesso com seus livros de estreia. Esse foi o caso da autora Ava Dellaira com seu lindo romance de estreia Carta de Amor aos Mortos (leia a resenha aqui). Nesses casos, sempre fica aquela pulga atrás da orelha para o que a autora vai fazer no seu livro seguinte, se as expectativas serão superadas ou se deixará aquele gostinho amargo de “esperava algo mais”. E no caso de Ava, para a nossa felicidade, o resultado de seu segundo livro é simplesmente apaixonante.

No último mês de março, a Editora Seguinte, lançou no Brasil “Aos Dezessete anos“, segundo livro da autora que arrebatou nossos corações. Hoje vamos falar desse livro que traz a história de Marylin e Angie, mãe e filha que, juntas, nos levam a uma reflexão deliciosa sobre os caminhos que a vida pode trilhar. Nesse livro aconteceu algo que eu gosto muito, cada capítulo é contado sob o olhar de cada uma das protagonistas, cada uma com seus 17 anos, nos conduzindo pelos motivos que fizeram com que elas tomassem as decisões que tomaram para chegarem até os dias atuais.

Com uma escrita doce, muito sútil em cada detalhe, Ava nos presenteia com mais uma história maravilhosa. É incrível como a autora tem o poder de conduzir seus enredos de forma tão magistral, sem pontas soltas, sem forçação de barra. A construção de todos os personagens que cercam a história é irretocável, nos tornando íntimos de cada um deles e nos fazendo viver com intensidade cada momento da sua história. São poucos os autores que conseguem me cativar de forma tão poética e, nesse quesito, sem qualquer dúvida que ainda poderíamos ter, a autora já garantiu sua nota 10.

Vale destacar que a história centrada nos adolescentes Angie e Sam, seu ex namorado, que parte com ela em busca das verdades sobre o seu passado foi muito legal. O drama  tem aquele tom bem característico dos romances juvenis, e devo confessar que adoro isso, mas revela ao longo da história muito mais sobre Angie. Temos a oportunidade de ver como os bloqueios emocionais do passado foram o nosso caráter e moldam as nossas atitudes nos passos seguintes.

Por fim, depois disso tudo, acho que nem preciso lhe dizer, caro leitor, que esse livro é apaixonante e que você, obviamente, deveria incluí-lo na lista de leitura. Para quem gosta de algumas dicas sobre o momento certo para essa leitura, façam como eu: escolham esse livro quando precisarem de uma leitura leve para relaxar após alguma leitura mais pesada. Mas se prepare,  você vai ter motivos de sobra para refletir sobre suas decisões, sobre as pessoas que ama e entender que as vezes um simples gesto ou uma única palavra pode fazer toda a diferença. Espero que gostem e, claro, voltem aqui depois e compartilhem a sua experiência comigo! Vou ficar muito feliz!! 🙂

Ps.: O livro tem 448 páginas e isso acaba assustando alguns leitores, mas figuem tranquilos, a leitura é muito fluida e você vai terminar de ler antes de perceber o número de páginas.

Avaliação: 5 Estrelas.

Sobre a autora: Ava Dellaira é formada pela Universidade de Chicago e mestre pela Iowa Writers’ Workshop. Ela cresceu em Albuquerque, no Novo México, onde passou incontáveis tardes de verão fazendo poções mágicas, lutando contra bruxas más e se divertindo com outras brincadeiras inventadas, que provavelmente contribuíram para que se tornasse uma contadora de histórias. Atualmente vive em Santa Monica, na Califórnia, onde trabalha na indústria cinematográfica e escreve seu segundo romance.

Clique aqui para comprar o livro.

Deixe uma resposta