Resenha: Para todos os garotos que já amei – Jenny Han

Sinopse Intrínseca: Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar. (Resenha: Para todos os garotos que já amei – Jenny Han).

Opinião: Não faço a mínima ideia do motivo, mas eu sou apaixonado por livros que se passam no universo adolescente, primeiros amores, o ambiente escolar… e nessa semana, enfim, li o primeiro livro da Série Lara Jean, escrito pela autora Jenny Han, lançado aqui no Brasil em 2015, pela Editora Intrínseca. Jenny Han foi uma das queridinhas do público na Bienal do Rio 2017 e meu desejo de ler essa série ficou incontrolável depois da Bienal.

Lara Jean é um jovem romântica, que se apaixonou algumas vezes e, em nenhuma delas, teve seu amor correspondido. Para se livrar desse sentimento a jovem decide escrever cartas a seus amores expondo tudo o que sentiu e, obviamente, as mágoas com a rejeição que acabou sofrendo. Porém essas cartas nunca são enviadas… ou melhor, não eram para ser enviadas. Até que um dia, misteriosamente, as cartas chegam a cada um dos seus destinatários, resultando numa grande confusão.

O livro tem todos os ingredientes para ser mais um clichê adolescente, mas a autora faz um duplo twist carpado já nas primeiras páginas de sua história e nos transporta para um universo muito mais profundo. É impossível não se apaixonar pelos personagens, devido a forma como foram construídos… Lara e suas irmãs, o pai, os amores dela… todos tem uma ligação tão forte e um papel tão importante que é como se nós fizéssemos parte daquele círculo.

Após o trágico envio das cartas de Lara Jean, ela precisa se preocupar com duas delas: a primeira enviada ao ex-namorado (Josh) da irmã mais velha, que foi estudar na Escócia, e a segunda enviada ao aluno mais popular da escola, Peter. Para resolver o problema da primeira, a jovem emenda um namoro falso com Peter que deseja fazer ciúmes em sua ex. Nesse ambiente vemos um casal com personalidades totalmente opostas: ela uma menina reservada, quase invisível aos olhos dos outros e ele, um garoto popular, acostumado a viver sob os holofotes do time de Lacrosse.

Apesar do fundo romântico, acho que o ponto chave da história, é a forma como a autora apresenta a relação com a família da protagonista. Com a partida da irmã mais velha, Lara Jean, precisa ocupar um espaço que antes não era dela e nesse ponto vamos acompanhando, através do medo e da insegurança, o amadurecimento de Lara com o desenrolar dos fatos.

Jenny Han é sensível, cuidadosa e nos apresenta a personagens extremamente envolventes e cativantes. Em tempos tão vazios de amor, cumplicidade e respeito, a autora nos entrega uma história de amor poderosa, mas vai além, nos mostrando a importância da família e de cada momento que vivemos. Entendemos que fatos inesperados nada mais são do que o próprio destino escrito.

Se você ainda não leu Para todos os garotos que já amei, corre para a livraria mais perto e vem se apaixonar por essa história, vale muito a pena! Nos próximos dias vou resenha os volumes 2 e 3 da série. Fiquem ligados aqui no Leitor Compulsivo! 😉

A boa notícia é que o livro vai virar filme, estrelado por Lana Condor, no papel de Lara Jean. Já está sendo gravado no Canadá e aguardamos ansiosamente a data de estreia. Você pode conferir todo o elenco no site da Editora Intrínseca.

Avaliação: 5 estrelas

jenny hanSobre a autora: Jenny Han nasceu na Virgínia, Estados Unidos, e cursou mestrado em escrita criativa pela New School. Sabe fazer um brownie perfeito, é ótima em inventar apelidos e tem paixão por livros de receitas. Sua série de TV preferida é Buffy – a caça-vampiros. Mora no Brooklyn, em Nova York.

Clique para comprar o livro: Para todos os garotos que já amei

Origem - Dan Brown - Editora Arqueiro

Deixe uma resposta