Sinopse Tordesilhas: É um lindo dia no acampamento. O céu está azul e a grama é farta e verde – mas algo está errado. Ontem havia vozes felizes, fumaça de churrasco e mosquitos. Agora tudo se foi. O que resta é um campo de grama infinito, quatro trailers, oito adultos, duas crianças, um cachorro e uma gata. Os personagens ainda não sabem, mas o pesadelo vivo está prestes a começar: a caminho deles, movendo-se no horizonte, aproxima-se o pior erro, o maior medo. Neste romance de terror, Lindqvist suga o leitor para um universo que só poderia ter sido criado por uma das escritas mais macabras e originais do gênero. Em seu mundo aterrorizante e original, Estou Atrás de Você faz o coração sangrar e a alma retorcer, confundindo a realidade com o pior pesadelo. (Resenha: Estou Atrás de Você – John Ajvide Lindqvist)

Opinião: Apontado pelo Daily Mirror como a resposta sueca para Stephen King, John Ajvide Lindqvist já rondava minha curiosidade de leitura a algum tempo. Estou Atrás de Você acabou sendo a porta de entrada para este universo do terror escandinavo e, confesso, me surpreendeu e ao mesmo tempo causou uma estranheza difícil de explicar.

A trama de Estou Atrás de Você soa bastante promissora quando lemos a sinopse do livro. Um grupo de pessoas que dorme num agradável e normal acampamento e acorda num descampado onde a única coisa que restou são os trailers. Nosso instinto de ávidos leitores acostumados ao gênero terror nos leva imediatamente a esperar pelo pior em forma de monstros, espíritos ou qualquer outra perturbação que vá resultar em sangue. Mas Lindqvist nos surpreende ao fugir de qualquer clichê e simplesmente tocar sua narrativa de forma linear, intercalando o momento presente com cenas em que conhecemos fatos do passado de cada personagem. Não há ação, tampouco há elementos narrativos que prendam nossa atenção de forma arrebatadora. O autor se preocupa apenas em seguir com sua história, com cada peça se encaixando a seu devido tempo no quebra-cabeças bizarro que é este livro.

O terror desta obra, que vai dar o ar de sua graça de forma tímida e pontual, é psicológico e não foi feito para nos gelar a espinha ou nos fazer perder o sono a noite. O medo aqui não tem nada de sobrenatural, ele nasce das experiências e traumas de vida de cada personagem. Um grupo de pessoas colocado em confinamento em um ambiente totalmente desconhecido é uma premissa e tanto para qualquer obra do gênero. Quando estas pessoas, nessa situação de tensão, são confrontadas com aquilo que mais desejaram deixar trancado no passado, as portas da loucura estão abertas e um bom autor brinca com isso.

Estou Atrás de Você confronta seus personagens com os pesadelos de vida de cada um. Traumas de infância, insegurança, decisões erradas…. Este é o pior medo que qualquer um de nós pode ser submetido: o medo das nossas verdades mais secretas. Lindqvist me surpreendeu com essa trama justamente por desenvolver algo completamente diferente do que esperava. Para alguns leitores, no entanto, Estou Atrás de Você pode ser um livro maçante que vai se arrastar por quatrocentas páginas. Entendo perfeitamente isso, pois realmente o estilo do autor não é ágil e custa muito a ganhar ritmo. Neste caso, somente as cem páginas finais tiveram um clima de ação mais envolvente.

Sendo meu primeiro contato com a obra de Lidqvist avalio Estou Atrás de Você como um livro de médio para bom. Ele é bastante inventivo e bem desenvolvido, mas ficou devendo no quesito de envolver mais o leitor na trama. Acho que vale investir na leitura (aguardo opiniões e pontos de vista de vocês) e pretendo buscar as outras obras já publicadas dele para ampliar meu contato e formular uma opinião mais consistente.

Avaliação: 3 Estrelas

O Autor: John Ajvide Lindqvist nasceu em 1968 em Blackberg, um subúrbio de Estocolmo (onde muitos dos seus romances têm lugar). Sempre sonhou ter uma profissão assustadora e fantástica: primeiro tornou-se ilusionista (foi quase campeão de truques de cartas num concurso internacional) e depois comediante. Fez comédia stand-up durante mais de 12 anos e foi dramaturgo e guionista para a TV sueca. Deixa-me Entrar, o seu primeiro romance, foi um best-seller internacional, tendo sido adaptado duas vezes ao cinema. Os seus restantes romances – sempre sobre temas relacionados com a fantasia e o terror – estão publicados em todo o mundo e são também grandes sucessos junto da crítica e do público.

Compartilhar
Artigo anteriorConfira o trailer de Boneco de Neve
Próximo artigoBiografias de Wanderléa e Clodovil chegam às livrarias
Jornalista e aprendiz de serial killer. Assumidamente um bookaholic, é fã do mestre Stephen King e da literatura de horror e terror. Entre os gêneros e autores preferidos estão ficção científica, suspense, romance histórico, John Grisham, Robin Cook, Bernard Cornwell, Isaac Asimov, Philip K. Dick, Saramago, Vargas Llosa, e etc. infinitas…

8 COMENTÁRIOS

  1. Concordo com vc, sou fã de livros de suspense, e esse não me faz devorá-lo, mas também não me faz abandona- lo. Vc descreveu bem o estilo do autor, eh bastante peculiar.

    • Laila, o autor é fantástico e suas obras valem muito a pena. Pretendo resenhar outras dele aqui, inclusive. Mas esse livro ficou um degrau abaixo dos demais, vamos dizer assim hehe…
      Obrigado pela visita e pelo comentário! =)

    • Ei Leonardo, blza?
      Cara te indico “Melodia do Mal” e “Deixa ela Entrar”… acho que você vai curtir! Se ler algum deles me manda mensagem depois falando o que achou… 😉

  2. Bom dia! Tive a oportunidade de conhecer as obras de Lindqvist depois de a adaptação de “Let the Right One In” me surpreender de forma tão positiva, que eu simplesmente TINHA de ler a obra original, haha. Foi uma excelente surpresa, já adianto. Gostei muito da forma como ele abordou as personagens e de seu estilo de narrativa, além de sua releitura do mito do vampiro. Semana passada, uma amiga minha, fã compulsiva dos gêneros terror e suspense, comentou sobre “Estou Atrás de Você”, então resolvi buscar uma referência antes de adquiri-lo e cá estou. Gostei da resenha e devo dizer que, no mínimo, fiquei curioso. Mas acho que vou tentar começar a ler sem elevar demais as expectativas.
    Aliás, já que mencionei a adaptação… Não sei se você sabe, mas o autor escreveu um conto em que relata o desfecho da história de Oskar e Eli. O conto “Let the Old Dreams Die” é homônimo do livro, o qual reúne uma série de contos. Para quem curtiu as adaptações e/ou o livro, fica a recomendação. Há outros contos bem interessantes nesse livro, embora alguns sejam – digamos – inusitados. O único problema é que, segundo me parece, nenhuma editora se preocupou em traduzir e publicá-lo aqui no Brasil.

    • Ei Ênio, blza? Cara você me trouxe boas informações que eu não sabia sobre essa série de contos. A obra dele não é tão bem divulgada ainda no Brasil, infelizmente, mas me parece que a Tordesilhas engrenou nas publicações. Vamos torcer para que vingue.
      Sobre “Estou Atrás de Você”, mergulha na leitura e depois comenta aqui com o que você achou que a gente troca ideias e impressões. 😉

  3. Li o Deixa ela entrar, e é muito bom, mas os outros dois me decepcionaram muito, os livros são confusos, não tem nexo. Comparar o autor com Stephen King é na minha opinião um absurdo.

    • Paulo, entendo a comparação como sendo feita sob os parâmetros nórdicos. Para eles, o Lindqvist é como se fosse um King. Acho válido nesses termos, embora os estilos sejam completamente diferentes.

Deixe uma resposta