Resenha: Almas Gêmeas - Nicholas Sparks

Sinopse Editora Arqueiro: Hope Anderson está numa encruzilhada. Aos 36 anos, ela namora o mesmo homem há seis, sem perspectiva de casamento. Quando seu pai é diagnosticado com ELA, Hope resolve passar uma semana na casa de praia da família, na Carolina do Norte, para pensar nas difíceis decisões que precisa tomar em relação ao próprio futuro. Tru Walls nasceu numa família rica no Zimbábue. Nunca esteve nos Estados Unidos, até receber uma carta de um homem que diz ser seu pai biológico, convidando-o a encontrá-lo numa casa de praia na Carolina do Norte. Intrigado ele aceita e faz a viagem. Quando os dois estranhos se cruzam na praia, nasce entre eles uma ligação eletrizante e imediata. Nos dias que se seguem, os sentimentos que desenvolvem um pelo outro os obrigam a fazer escolhas que colocam à prova suas lealdades e reais chances de felicidade. (Resenha: Almas Gêmeas – Nicholas Sparks).

Opinião: Alguns dizem que é clichê, outros falam que é previsível, já alguns dizem que são palavras que descrevem o cotidiano romântico por um dos autores mais aclamados desse gênero literário: Nicholas Sparks. Lançado no Brasil pela Editora Arqueiro, Almas Gêmeas, é o seu 22º romance e embarcamos em mais uma viagem que foi do Zimbábue, na África, até a já famosa Carolina do Norte para conhecer mais essa comovente história de amor.

Em Almas Gêmeas conhecemos Hope Anderson, uma mulher encantadora que vai até Sunset Beach na Carolina do Norte para “se despedir” do chalé da família que está prestes a ser vendido para custear despesas com a saúde do seu pai. Do outro lado do mundo, nos encontramos com Tru Walls, um guia de safáris que vive no Zimbábue, e recebe uma misteriosa carta do pai que nunca conheceu e vive na Carolina do Norte. Obviamente o ponto de partida dessa história é o encontro dos dois nessa pequena ilha vazia fora da grande temporada de verão.

Se já não bastasse a história dos dois, a praia e toda atmosfera romântica da coisa, Sparks insere nessa história um elemento fundamental que ele próprio apresenta no início do livro: O “Almas Gêmeas”. Já escrevi e reescrevi esse parágrafo umas dez vezes, mas optei por não entrar em detalhes sobre o que é esse “Almas Gêmeas”, de forma a proporcionar o leitor a  mesma surpresa que eu tive quando li. De toda forma, após ler, se você souber de algum por aí no Brasil, volta aqui e me deixa essa dica pra eu poder visitar, combinado (rs)?

Precisamos falar de Josh, o namorado de Hope. Ele é a definição exata de como uma pessoa pode ser tóxica a outra em um relacionamento. Egoísta, imaturo, desrespeitoso e sem o mínimo de cumplicidade com uma mulher que dedicou 06 anos de sua vida a outra pessoa. Os dois estão em um relacionamento “sério” há 06 anos, mas no final de semana em que Hope tem o casamento de uma de suas melhores amigas ele simplesmente decide deixa-la ir sozinha para Sunset Beach e viajar com os amigos para Las Vegas. Sério, nessas partes eu tive que respirar fundo, pois não foi fácil de aguentar o cara.

Apesar de tudo isso que escrevi acima, o livro fala muito do encontro entre Hope e Tru, mas vai muito além. As ligações de Hope com sua família e de Tru com sua ex-mulher e o filho Andrew são muito bonitas e valem a pena o destaque.

Vale um destaque para o fato de o livro ser dividido em duas partes: a primeira se passa no início dos anos 90 e se desenvolve de forma muito dinâmica, já a segunda parte é um pouco mais lenta, se dirigindo para colocar um ponto final na história. Por ser narrado em 3ª pessoa, a presença de Sparks é muito forte, pois como sempre ele vai conduzindo as emoções do leitor por toda a história.

Essa é uma história com a identidade do Nicholas Sparks, escrito para os fãs das suas histórias. Particularmente, como fã do autor, não achei essa a sua melhor história, mas tem todos os méritos e com certeza deixa sua marca. Com leitura rápida e emocionante vale a pena ser adicionado a sua lista de desejos.

Avaliação:

Resenha: Almas Gêmeas - Nicholas SparksSobre o autor: NICHOLAS SPARKS lançou seu primeiro romance aos 31 anos, ao qual se seguiram outros 19 livros. Suas obras foram traduzidas para 50 idiomas e já venderam mais de 100 milhões de exemplares no mundo todo. Onze de seus livros ganharam adaptações para o cinema. O autor mora na Carolina do Norte e tem cinco filhos.

Compre esse livro na Amazon!

Deixe uma resposta