Sinopse HarperCollins: Amber Patterson não aguenta mais. Está cansada de ser uma ninguém: uma mulher sem graça e invisível que não se destaca na multidão. Ela merece mais – uma vida de dinheiro e poder como a que Daphne Parrish, a deusa loira dos olhos azuis, tem e não valoriza. Para todos na pequena cidade de Bishops Harbor em Connecticut, a socialite e filantropa Daphne e seu marido Jackson, o magnata do mercado imobiliário, são um casal que parece recém-saído de um conto de fadas. A inveja de Amber poderia consumi-la por dentro…. Se ela não tivesse um plano. Amber usa da compaixão de Daphne para se inserir na vida da família. Em pouco tempo, ela se torna a amiga mais próxima de Daphne, vai para a Europa com os Parrish e suas duas belas filhas, e se aproxima de Jackson. No entanto, um fantasma de seu passado pode destruir tudo que ela construiu e, se seu segredo for descoberto, seu plano perfeito pode ir por água abaixo. (Resenha: A Outra Sra. Parrish – Liv Constantine)

Opinião: A inveja é um sentimento pra lá de bem explorado na ficção que sempre rende histórias envolventes e suspenses psicológicos de tirar o fôlego. É o combustível perfeito para se criar grandes vilãs e é um dos ingredientes principais do que podemos listar como um dos grandes thrillers do ano: A Outra Sra. Parrish, da estreante Liv Constantine. A história tem ciúmes, ambição, busca por poder, dinheiro, segredos, mistérios e reviravoltas sensacionais capazes de nos fazer devorar suas mais de quatrocentas páginas em poucos dias.

Através da narração e do olhar peculiar de Amber Patterson, desde o começo da obra já fica evidente que estamos acompanhando a execução do seu plano para tomar o lugar de Daphne Parrish. Essa escalada ambiciosa em busca de “um lugar ao sol” é realizada sem pudores, com todas as estratégias e subterfúgios possíveis sendo lançados de forma cuidadosa. Amber sabe o que quer e tem noção exata do que precisa fazer para conseguir. Sem pressa. Sem correr riscos desnecessários que coloquem tudo a perder. Do outro lado do jogo, sua vítima, Daphne, é a mulher simples que subiu na vida através do casamento com um milionário. Apesar do luxo ilimitado, ela ainda guarda as raízes de seu passado e está sempre em busca de ajudar o próximo. Em cima dessa qualidade (ou fraqueza, caso prefiram) Amber vai despejar sua astúcia e nos conduzir por uma trama eletrizante em que cada novo capítulo guarda segredos, ações e reviravoltas surpreendentes.

Cada parte do livro – são três no total, traz uma história nova com diferentes olhares e perspectivas para a mesma situação, e isso confere um fôlego sem tamanho para a obra. À medida que nós nos envolvemos com a trama, e isso acontece de forma fácil, o mistério ganha outros contornos e ao final recebemos uma inesperada conclusão de presente.

Nada é gratuito em A Outra Sra. Parrish. Existe uma motivação por trás de cada atitude e o passado dos personagens, à medida que vai sendo revelado, embasa seus atos e desnuda a natureza humana no que ela tem de melhor e pior. A certa altura, os comportamentos mais insignificantes em uma cena ou outra, que a princípio passariam despercebidos como sendo parte do todo, chamam a atenção e nos fazem questionar como agiríamos se estivéssemos vivenciando algo semelhante. É impossível não se colocar no lugar dos personagens.

E são com esses personagens extremamente bem construídos, e uma história criativa e rica em detalhes que só acrescentam em qualidade, que A Outra Sra. Parrish guarda a sete chaves um suspense vigoroso que só vamos desvendar bem próximo do fim, numa virada de rumos sensacional. Nem tudo é o que parece e a máxima de que as aparências enganam se aplica perfeitamente a esta história. No xadrez dos personagens, Amber foi apresentada de forma envolvente, mesmo já estando claro que fará o papel da grande vilã da obra. Seu jeito prático para tocar o plano passando por cima de quem se colocar no seu caminho é o motor que move o livro. Daphne é ingênua e condescendente além da conta, com atitudes que chegam facilmente a irritar. E Jackson é um enigma. A princípio ele pode parecer um simples peão em um tabuleiro cujo embate feminino será protagonista de ponta a ponta, mas o enredo esconde mistérios.

A Outra Sra. Parrish é um thriller magistral e certamente um dos melhores lançamentos do catálogo da HarperCollins Brasil. Dando novo fôlego para o suspense, temos cada vez mais mulheres nos presenteando com excelentes histórias. E que venham mais…

Avaliação: 5 Estrelas

A Autora: Liv Constantine é o pseudônimo das irmãs Lynne e Valerie Constantine. Separadas por três estados, passam horas a criar enredos via FaceTime e a saturar o correio eletrônico uma da outra. Atribuem a capacidade de engendrar enredos sombrios às horas que passaram a ouvir as histórias transmitidas pela avó grega.

Compartilhar
Artigo anteriorSense8 | Episódio final vai ao ar em 08 de junho
Próximo artigoConfira as novidades da Netflix para Maio/2018
Jornalista e aprendiz de serial killer. Assumidamente um bookaholic, é fã do mestre Stephen King e da literatura de horror e terror. Entre os gêneros e autores preferidos estão ficção científica, suspense, romance histórico, John Grisham, Robin Cook, Bernard Cornwell, Isaac Asimov, Philip K. Dick, Saramago, Vargas Llosa, e etc. infinitas…

Deixe uma resposta