Resenha: Garoto encontra Garoto – David Levithan

0
318

Sinopse: Nesta mais que uma comédia romântica, Paul estuda em uma escola nada convencional. Líderes de torcida andam de moto, a rainha do baile Infinite Darlene é uma quarterback que costumava se chamar Daryl, e a aliança entre gays e héteros ajudou os garotos héteros a aprenderem a dançar. Paul conhece Noah, o cara dos seus sonhos, mas estraga tudo de forma espetacular. E agora precisa vencer alguns desafios antes de reconquistá-lo: ajudar seu melhor amigo a lidar com os pais ultrarreligiosos que desaprovam sua orientação sexual, lidar com o fato de a sua melhor amiga estar namorando o maior babaca da escola… E, enfim, acreditar no amor o bastante para recuperar Noah!

E a primeira coisa que eu vou dizer pra ele é “Por que você demorou tanto?”

Olá, Leitores Compulsivos! Hoje faço a minha estreia aqui no site e fiquei pensando alguns dias qual seria o primeiro livro que compartilharia com vocês. Queria que fosse uma leitura que tivesse mexido comigo e foi aí que escolhi falar de Garoto encontra Garoto, escrito pelo autor David Levithan. Ainda não tinha lido nenhum livro do autor e a opção por esse livro veio a partir da indicação de um amigo.

Garoto encontra Garoto é um livro renovador, despido de qualquer tipo de preconceito, com uma mensagem perfeita de que um mundo ideal é possível, ainda que demoremos a alcança-lo e esse é o grande achado desse livro que me emocionou bastante. O livro se passa em uma pequena cidade, onde os jovens vivem da forma como desejam, onde as ruas não tem qualquer tipo de problema com casais homossexuais que andam de mãos dadas. Curiosamente esse poderia ser o principal ponto negativo da história, pelo distanciamento com a nossa realidade, mas o que acontece é justamente o contrário.

Paul, o protagonista, é um jovem assumidamente gay e bem resolvido com essa questão, aceito pela sua família e obviamente por seus amigos. Só isso já faria dele um personagem encantador, mas quando conhece Noah, seu grande amor, a atmosfera muda completamente e o que vemos é um jovem que vive os dilemas, inseguranças e medos da juventude. Por ser um livro narrado em primeira pessoa, pelo próprio Paul, nossa sensação é de fazer parte daquele grupo de amigos e não tem como fugir de vibrar, sofrer e torcer com cada acontecimento da história.

Fico ciente da minha respiração. Fico ciente dos meus batimentos cardíacos. Fico ciente de que minha camisa está parcialmente para fora da calça. Pego o livro da mão dele e agradeço. Coloco de volta na prateleira. Não tem como a autoajuda me ajudar agora.

Mas se você pensa que a história gira apenas em torno do romance dos dois está errado! É aí que a história fica ainda mais agradável quando a gente conhece os amigos de Paul e as histórias de cada um. Joni, sua melhor amiga desde a primeira série, vive um relacionamento intenso com Ted. Os momentos mais hilários da história ficam por conta de Infinity Darlene, uma transexual de 1,90, quarterback do time de futebol da escola e Rainha do Baile, muito engraçada. Kyle, o ex-namorado de Paul, cheio de dúvidas sobre si. Toni, por sua vez, é outro grande amigo de Paul, também gay, mas enfrenta os desafios de ter os pais religiosos que não o aceitam.

Nessa história o autor foi tão cuidadoso em retratar os diversos universos adolescentes que o drama religião x homossexualismo tem um grande destaque, sem desmerecer ou atacar os pais religiosos, apenas fazendo a reflexão sobre o medo do que muitas vezes é desconhecido e acaba fazendo com que o adolescente se sinta rejeitado por aqueles que mais o amam.

Esse livro tinha tudo pra ser aquele estilo sessão da tarde, água com açúcar, bem clichê, mas quando você ler a última página sentirá uma falta enorme dos personagens que ficarão para trás. A forma sensível como o autor construiu cada um deles e a identificação de que você pode ter com um ou outro farão você ficar com bastante saudade. Garoto encontra Garoto é um livro leve, pra você ler despido de preconceitos, se apaixonando por cada detalhe da história! Se você for uma pessoa romântica prepare-se para muitos suspiros e aquela vontadezinha de encontrar um grande amor!

Espero que vocês tenham gostado! Se você já leu o livro ou colocou ele na sua meta de leitura deixa sua opinião aqui embaixo nos comentários… estou ansioso pra saber!

Sobre o autor: David Levithan é um editor de livros infanto-juvenis e autor norte-americano premiado. Publicou o seu primeiro livro, Boy Meets Boy, em 2003. Levithan é um dos fundadores da editora PUSH, dedicada à Literatura para Jovens Adultos, e que é uma das marcas da Scholastic Press.

Avaliação: 5 estrelas.

Deixe uma resposta