Resenha: Noah Foge de Casa – John Boyne

0
1001

Sinopse Editora Seguinte:  

Noah tem oito anos e acha que a maneira mais fácil de lidar com seus problemas é não pensar neles. Quando se vê cara a cara com uma situação muito maior do que ele próprio, o menino simplesmente foge de casa, aventurando-se sozinho pela floresta desconhecida.(Resenha: Noah Foge de Casa – John Boyne)

Logo, Noah chega a uma loja mágica de brinquedos, com um dono bastante peculiar. Ele tem uma história para contar, uma história cheia de aventuras que termina com uma promessa quebrada, uma história que vai levar o fabricante de brinquedos a pensar sobre o seu passado e Noah a pensar sobre aquilo que deixou para trás.

Em seu primeiro livro juvenil desde o best-seller O menino do pijama listrado, o escritor irlandês John Boyne cria um mundo que mistura contos de fadas com os problemas mais cotidianos de um garoto comum. Esta fábula leve e inteligente prende os leitores presos até o final com dois grandes mistérios: por que Noah fugiu de casa e quem é o fabricante de brinquedos?

Opinião: 

John Boyne é um autor que consegue transpor ao leitor simplicidade, emoção e profundidade com suas palavras. Seu livro de maior sucesso O Menino do Pijama Listrado é um clássico da literatura mundial. Nele, o autor consegue discutir o amor, o preconceito e o processo de humanização com uma história envolvente e que se utilizou de fatos reais para sua construção. Em Noah Foge de Casa a história foge da realidade não fictícia e foca em uma fábula infanto-juvenil com ensinamentos até para adultos.

Podemos começar a falar sobre Noah. Ele é um garoto jovem que discuti com si mesmo e tem questionamentos a cerca da vida, da família e da perspectiva de um futuro e de como será. Já de cara somos apresentados a ele com uma decisão um tanto importante para um garoto de sua idade, ele resolve fugir de casa. Nesta fuga, que possui uma explicação clara, ele encontra durante sua jornada uma estranha loja de brinquedos; e é justamente nesta loja que surpresas, magia e histórias o aguardam com propósito.

A parte fantástica é abordada muito bem e sem defeito algum, até porque o seu público alvo são crianças, por isso o autor tem facilidade para inserir elementos de contos de fadas na história. São esses personagens do conto de fadas que possuem a missão de explicar de forma lúdica à Noah, o sentido das coisas e aquilo que ele está procurando. O burro faminto, o cachorro salsicha e o Pinóquio velhinho são ternos professores da vida que aprenderam tudo o que sabem com a própria vida.

Noah Foge de Casa possui uma proposta distante de O Menino do Pijama Listrado, justamento pela inserção de elementos fantásticos e de estar discutindo as “coisas” de forma singela e clara. Com essa roupagem infantil, o livro se torna queridinho por debater com profundidade as questões da vida, a forma como usamos o tempo e qual o papel de qualquer pessoa em nossas vidas pela visão de uma criança. O livro é surpreendente e bonito, uma pedida que traz emoção a crianças e adultos. Leiam!

Avaliação: 

O Autor John Boyne ensinou língua inglesa no Trinity College, e Literatura Criativa na Universidade de East Anglia, onde foi galhardoado com o prêmio Curtis Brown. Já escreveu diversos romances, assim como uma quantidade de contos que foram publicados em várias antologias e transmitidos por rádio e televisão.
Seus romances foram publicadas em 29 idiomas. The Boy in the Striped Pyjamas é um “mais vendido” em Nova York e teve adaptação para o cinema.
Boyne reside em Dublim.

Compartilhar
Artigo anteriorRobert Bryndza
Próximo artigoResenha: A Essência do Mal – Luca D’Andrea
Goiano do pé rachado e comedor de piqui. Alucinado por histórias fantásticas e distópicos. Tributo, Hobbit de nascença, e habitante do país de Aslan. Entre os autores Suzanne Collins é majestade e Tolkien é imperador. Técnico em Química e buscando ser químico industrial intercalado com a vida de escritor, um dia qualquer publicará seu livro. Não dispensa um cinema...

Deixe uma resposta