A 2ª temporada de The Crown chega à Netflix no dia 8 de dezembro no mundo todo e, nestes novos episódios, veremos uma história baseada na premiada peça The Audience. Peter Morgan, criador e autor da série, se une a Stephen Daldry e Andry Harries para entregar os dramas da monarquia britânica, com foco no fim da idade da deferência e na era revolucionária da década de 1960.

A trama, produzida originalmente pela plataforma de streaming, conta a história dos bastidores da vida e reinado da Rainha Elizabeth II, usando como cenário a queda da ordem social estabelecida após a Segunda Guerra Mundial. A Netflix vai disponibilizar a temporada completa no dia 8 de dezembro.

Peter Morgan, criador de The Crown, revelou que a segunda temporada terá o príncipe Phillip (Matt Smith) como personagem central, ao contrário da primeira, que manteve os holofotes sobre a jovem rainha Elizabeth II (Claire Foy). De acordo com a Elle, apesar de Morgan estar mantendo protegidos todos os detalhes sobre a próxima fase do programa, ele revelou que será sobre “a complexidade do príncipe Phillip”.

Acho que ele [príncipe Phillip] é extraordinariamente interessante. A essência da segunda temporada é sobre sua complexidade.

Nós precisamos levar Claire Foy e Matt Smith para o outro extremo, pelas suas idades. Se fossemos mais longe, teríamos que pensar em reformulações. Não há compromisso de ir mais longe no momento, estamos apenas focando esta temporada até 1964. Estamos muito sobrecarregado no momento. Eu comecei a pensar sobre uma terceira temporada, você tem que ser responsável, você não pode dizer que você vai fazer algo e, em seguida, dizer que descobriu que não vai mais.

Claire Foy confirmou recentemente que a segunda temporada seria sua última como a rainha Elizabeth II.

Sinopse da Série: Com roteiro de Peter Morgan (A RainhaFrost/Nixon) e direção de Stephen Daldry (Trash – A Esperança Vem do Lixo, As Horas), The Crown abordará a história da rainha Elizabeth II (Claire Foy) desde que ficou sabendo da morte de seu pai, o rei George VI, em 1952, até os dias atuais. Essa é a primeira produção original britânica da Netflix.

Deixe uma resposta