Sinopse Intrínseca: Rafe está em todos os lugares. E Clarissa vai encontrá-lo, mesmo sendo a última coisa que gostaria que acontecesse. Vai encontrá-lo na universidade onde ambos trabalham, na estação de trem, no portão do prédio onde mora. As mensagens do homem lotam a secretária eletrônica de Clarissa, os presentes dele abarrotam sua caixa de correio. Desde a noite traumática que passaram juntos alguns meses antes, ela se vê em uma armadilha da qual não consegue escapar. E ele se recusa a aceitar um não como resposta. A única saída de Clarissa para esse pesadelo angustiante são as sete semanas que passará em um tribunal, onde foi escalada para compor um júri popular. A vítima em questão viveu experiências que revelam uma similaridade macabra com a vida da jurada. Conforme o julgamento se desenrola, Clarissa percebe que, para sobreviver às investidas obcecadas de Rafe, será necessário se arriscar. Começa então a reunir evidências da insanidade do perseguidor para usá-las contra ele e relata todo o terror psicológico e físico a que é submetida, o que a obriga a reviver cada momento doloroso que vem tentando desesperadamente esquecer.

Opinião: Clarissa é uma jovem bonita, inteligente, com um emprego estável, recém-separada do marido, e que leva uma vida normal. Clarissa pode ser sua melhor amiga, sua prima, sua vizinha… Clarissa pode residir em qualquer lugar do mundo. A situação pela qual Clarissa passa pode acontecer em qualquer lugar do mundo. Inclusive pode estar acontecendo neste momento.

Thriller psicológico, Eu sei onde você está acompanha o pesadelo que se torna a vida de Clarissa ao ser perseguida por seu colega de trabalho, Rafe. Tudo começa quando ela comparece ao lançamento do livro de Rafe, aceita o convite para uma bebida e acaba terminando a noite na cama com ele. O problema é que ela não se lembra absolutamente de nada do que aconteceu após entrarem em seu apartamento. E a loucura começa quando Rafe desenvolve uma paixão obsessiva e doentia por ela.

Aos poucos, as investidas de Rafe que soavam como um flerte vão se mostrando perigosas e até certo ponto surreais: abordagens na rua, telefonemas sem fim, vasculhar sacos de lixo em busca de coisas pertencentes a ela. Clarissa começa a se sentir sufocada, entra em uma semi-paranóia e vai, devagar, se isolando de amigos e conhecidos, buscando evitar o contato de Rafe com eles. Paralela à essa parte da trama, uma segunda história se desenrola com Clarissa sendo convocada para fazer parte de um júri. O caso que está sendo julgado traz semelhanças com a situação vivida por ela, o que confere contornos mais dramáticos e desesperadores ao seu mundo.

Clarissa é uma personagem que ultrapassa a ficção, e esta é a maior qualidade do livro. A espiral sufocante de acontecimentos que acompanhamos acontece diariamente talvez ao nosso redor. Além de thriller, Eu sei onde você está é um alerta. Centenas de mulheres sofrem, caladas, a perseguição de homens obsessivos, possessivos, agressivos. Existem tantas Clarissas quanto Rafes espalhados pelo mundo e isso é o que mais perturba e incomoda durante a leitura. É impossível dissociar ficção de realidade tamanha a qualidade da obra.

Por outro lado, Claire Kendal explora também a, ainda existente, inaptidão das autoridades para lidar com casos de perseguição, coação, ameaças à integridade quando a pessoa ameaçada é do sexo feminino. Em um dos trechos mais surreais, Clarissa escuta que “a polícia não pode agir a não ser que haja provas de que um crime foi cometido”. Para ganhar proteção ou simplesmente conseguir atenção, é necessária uma luta para reunir provas e manter o psicológico estável.

Único porém em toda a história, achei que a sequência final se precipitou de uma forma um tanto rápida demais, levando-se em conta a cadência dos acontecimentos semana a semana. Mas isso perde facilmente a importância quando olhamos para o conjunto sufocante que é a narrativa completa. Mergulhe de cabeça nessa história porque certamente ela vai mexer de alguma forma com você.

Avaliação: 4 Estrelas

A Autora: Claire Kendal nasceu nos EUA e foi criada na Inglaterra, onde passou grande parte da sua vida adulta. Ensina Literatura Inglesa e Escrita Criativa e vive no Sudoeste da Inglaterra.

Compartilhar
Artigo anteriorConfira as novidades da Netflix para Agosto/2017
Próximo artigoEditora Rocco: lançamentos de Agosto/2017
Jornalista e aprendiz de serial killer. Assumidamente um bookaholic, é fã do mestre Stephen King e da literatura de horror e terror. Entre os gêneros e autores preferidos estão ficção científica, suspense, romance histórico, John Grisham, Robin Cook, Bernard Cornwell, Isaac Asimov, Philip K. Dick, Saramago, Vargas Llosa, e etc. infinitas…

Deixe uma resposta